terça-feira, 13 de março de 2012

Conserve seu medo

Há um passo da liberdade
Você ainda sente medo?
Mantenha em segredo
Não feche teu olho
Desespero vem do dia-a-dia
De tanto olhar-se no espelho.

Um comentário:

  1. 'Medo escorre entre os meus dedos,
    eu lambo os dedos,
    e saboreio meu próprio medo!'

    ResponderExcluir